Ler notícias

Site Ministerio Fama

Resolução padrão 800x600  Resolução 1024x768  Aumenta o tamanho da fonte do texto  Diminui o tamanho da fonte do texto  Tamnho padrão para leitura 
Você está aqui:    Home arrow Estudos arrow Esboços arrow O cristão e a consciência
O cristão e a consciência Imprimir E-mail
Por Pr. Genismar Marques de Souza   
08 de agosto de 2006
Romanos 2:15 
  • INTRODUÇÃO

. O que é consciência?
  Faculdade de estabelecer julgamentos morais dos atos realizados: É uma espécie de juízo ou tribunal, onde se distingue o certo do errado.
  O Novo testamento não afirma, abertamente, mas deixa entendido que a consciência é uma faculdade da alma, uma qualidade inerente na qual o indivíduo reconhece o bem ou o mal.
  A consciência pode ser melhorada, piorada, treinada, pela experiência de Vida.
Exemplo: Quando você não conhecia Jesus, você comia galinha enforcada, hoje você não come mais, por causa da sua consciência.

I. O HOMEM ESTÁ SUJEITO A SUA PRÓPRIA CONSCIÊNCIA Rm 13.5

1. Qual Sua Finalidade?
a) A Consciência tem a finalidade de nos mostrar o caminho pelo qual devemos andar.
    Ela nos vigia, julga, condena ou absorve.
  O Homem está sujeito às autoridades não pelo castigo, mas também pela sua consciência, que lhe incomoda.
  Logo, se o homem é dominado pela consciência, percebe-se a importância do Espírito Santo, estar controlando a consciência do crente Rm 9.1.

2. Qual é Base de Atuação da Consciência?
a) A Base de atuação da consciência é a Lei moral e espiritual gravada na mesma.
    Lei Moral - Se você ensinou para sua consciência que comprar e não pagar é desonestidade, sempre que você for tentado a não pagar ela vai lhe acusar.
    Lei Espiritual – Se você ensinou que trair a esposa é adultério, sempre que você for tentado ao adultério, a sua consciência lhe acusará.

II. TIPOS DE CONSCIÊNCIA RELATADA NA BÍBLIA

1. CONSCIÊNCIA CULPOSA (MÁ OU CONTAMINADA) Tt. 1.15
a) É aquela consciência em que há culpa
    A Consciência culposa de Adão o levou a tentar se esconder de Deus Gn 3.8.
    A Consciência culposa de Davi o acusava por ter cortado a orla das vestes de Saul 1Sm 24.5.
    As Consciências culposas dos acusadores da mulher, não o permitiram que a matasse a pedradas. Jo 8.9

2. CONSCIÊNCIA BOA, SEM OFENSA OU HONRADA AT 23.1; 24.16.
a) É aquela consciência que está lívre de culpa
    Perante Deus At. 23.1
    Perante os Homens 24,16; 1Pe 3.16.
    Isso é possível se lembrarmos dos ensinamentos dos nossos pastores Hb 13.7

3. CONSCIÊNCIA PURA (ENTUPIDA) 1 Tm 3.9
a) A Consciência pura é aquela que está entupida para as coisas erradas
    É como se ela tivesse blindada, contra as coisas erradas.
    Ela nunca vai aceitar o que está errado.
    Te dá o direito de te achar inculpável perante Deus 1 Co 4.4; Hb 10.22

4. CONSCIÊNCIA FRACA 1 Co 8.7-12
a) Nos dias de Paulo existiam irmãos que por falta de conhecimento comiam das comidas oferecidas a ídolos e sua consciência nem os acusava.
    A Pessoa de Consciência fraca não tem poder para decidir entre o certo e o errado e se espelha em você.
    Além de pecarem ainda levam outros ao pecado V. 12

5. CONSCIÊNCIA CAUTERIZADA 1 Tm 4.2
a) Consciência insensível, calejada, morta por tantos erros 1 Tm 4.2.
    Tanto a mente quanto à consciência estão corrompidas Tt 1.15; Ef 4.19.

6. A CONSCIÊNCIA PRENDE E PÕE EM LIBERDADE
a) Não fique interrogando a procedência disso ou daquilo, por causa da sua consciência 1 Co 10.25-27.
b) Se tiveres conhecimento a sua consciência te proíbe, e você será julgado pela consciência alheia 1 Co 10.28-29.
c) Não chame de inofensivo o que a Bíblia chama de Pecado

  • CONCLUSÃO

Conserve a sua fé e mantenha a sua consciência limpa. Algumas pessoas não têm escutado a sua própria consciência, e isso tem causado a destruição da sua fé. 1 Tm 1:19

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

< Anterior   Próximo >